Skip links

Branding: entenda o conceito e utilize no seu negócio

Entenda como construir um bom branding para que a sua marca seja lembrada na mente do consumidor com uma imagem positiva e atinja melhores resultados.

Se você tem uma marca e não cuida dela, a hora é agora. Cuidar do posicionamento das marcas tem se tornado cada vez mais essencial para a obtenção dos resultados desejados. Esse trabalho de criação e gestão estratégica de uma marca é o que chamamos de Branding. 

Muito além da criação de uma marca e de seu posicionamento, o Branding está relacionado a todos os esforços dedicados a manter sua marca ativa e presente na mente do consumidor, assim, gerando uma identificação que o faça priorizar a sua marca no momento de consumo. 

Além disso, é um modelo de gestão que engloba diversas áreas como design, comunicação e relações públicas, constituindo uma técnica muito importante para o desempenho da sua marca, com propósito de conectar o público com os atributos construídos e oferecidos pela sua empresa.

Por exemplo, quando falamos em refrigerante, qual marca vem a sua cabeça? A coca-cola e suas propagandas comunicando felicidade, certo? Quando eu digo esponja de aço, acredito que você pense no bombril e suas 1001 utilidades, não é mesmo? Pois é, temos que concordar que essas empresas entenderam bem o conceito de Branding e não é a toa que chegaram aonde estão! 

Exemplos de marcas que utilizam a estratégia de branding

 Já imaginou a sua empresa sendo lembrada e ganhando este destaque positivo na mente do consumidor?! Pensando nisso fizemos um breve checklist para te ajudar a ter um Branding bem construído:

1. Tenha propósito: Por que sua marca precisa existir?

Se atente ao que o fundador pensou ao inaugurar a marca, o que o mobilizou e quais transformações ele acreditou que essa marca faria no mercado.

Nesse sentido, se o propósito da sua marca não é muito claro, tente entender o que faz com que os clientes e os colaboradores acreditem e se aliem a ela para que você possa ser conduzido à essência da sua empresa.

Essa razão de existir normalmente resultará em um slogan; como o da Disney, por exemplo: “Where Dreams Come True” (onde os sonhos se tornam realidade).

Esse propósito deve carregar o porquê de você estar oferecendo este produto ou serviço e as crenças no impacto deste empreendimento! Empresas com um propósito claro destacam-se das demais.

2. Qual a promessa da sua marca: o que ela se compromete a fazer?

A promessa de marca deve se comprometer a executar o propósito mencionado acima, é o como entregar o propósito. É importante ter o cuidado em como você conduzirá o seu negócio e tomará decisões de forma que seja cumprida a sua principal razão de existir.

3. Quais os atributos da sua marca: quais as características inegociáveis que ela tem?

Neste ponto se entenderá o diferencial que a sua empresa oferece. 

Quais são as características e valores inegociáveis que tornam sua marca única, desde o produto ou serviço oferecido até o funcionamento interno dela. 

Com os atributos definidos e claros, toda a empresa estará alinhada em prol de um objetivo comum.

4. Como ela se posiciona: qual o valor que a sua empresa e o seu produto entregam? Como você quer ser visto no mercado?

O posicionamento da sua marca deve ser pensado no valor que o seu produto ou serviço entregará para o cliente.

Entenda o seu consumidor e suas demandas para saber o que ofertar para ele; existem empresas que oferecem valor através do produto em si, através do preços, ainda temos as que se destacam pelo bom atendimento e vemos empreendimentos entregando valor pela experiência que oferecem ao seu cliente. 

É necessário posicionar a sua marca de forma que ela ocupe um lugar no mercado e seja facilmente reconhecida pelos consumidores.

5. Como é sua identidade visual? 

As cores, fontes, ícones e símbolos que fazem sua marca ser reconhecida também merecem uma atenção.

As cores tornam a sua comunicação mais atrativa e ainda são capazes de despertar determinadas sensações nos consumidores, ou seja, as cores comunicam!

Saiba escolher as cores ideais que estejam aliadas ao objetivo e posicionamento do seu negócio.

Ademais, é preciso seguir um padrão não só de cores, mas também de ícones, símbolos e ilustrações. É importante criar toda uma unidade de identidade visual adequada e constante.

Neste bloco considera-se também a tipografia utilizada. A fonte também comunica, seja ela bastão (imprime modernidade ou impessoalidade), cursiva (ideia intimista), serifa (comunica o clássico, o tradicional), em caixa alta ou em caixa baixa, cada uma com as suas respectivas impressões.

Geralmente existem as fontes primárias (fonte principal, usada no logotipo) e as fontes secundárias (usadas em publicações de redes sociais, por exemplo), uma vez que fontes primárias podem ser cansativas ou muito detalhadas para uma leitura maior.

Agora vamos falar do slogan! A escolha dele precisa ser estratégica podendo ser alterada de acordo com o cenário enfrentado. Slogan? Ah, você não sabe o que é slogan? Slogan é aquela frase que acompanha o logotipo, como por exemplo, o “amo muito tudo isso” do Mc Donalds. 

E sobre identidade não podemos ignorar a linguagem utilizada, entenda se é necessária uma linguagem mais enérgica, informal, formal, autêntica…esta precisa ser escolhida com cuidado para melhor se comunicar com a sua persona, com o seu público alvo!

E aí? Depois da leitura você acha que está cuidando do seu Branding da melhor forma?

Calma! É muita informação, mas nós da empresa ESPM Jr. podemos te ajudar. Se você precisa de auxílio para desenvolver o seu Branding deixando sua marca mais positiva, conhecida e desejada entre em contato conosco. 

Leave a comment

Fale com a gente!

Preencha o Formulário e nossa equipe comercial entra em contato com você! A Espm Jr ajuda o seu negócio a ficar conectado e sempre faturando mais.

Somos a mais conceituada empresa júnior com foco em marketing do Rio de Janeiro.