Skip links

Google Analytics 4: Tudo o que você precisa saber

O Google Analytics, ferramenta de métricas que é, há mais de 10 anos, utilizada por pessoas e empresas no mundo do marketing, vai passar por grandes mudanças em 2023. O Google anunciou que ano que vem a versão Universal Analytics deixará de processar dados, fazendo com muitos profissionais de marketing precisem migrar definitivamente para o Google Analytics 4, que desde 2019, já conta com mais recursos. Quer descobrir como essa troca pode afetar você e a sua empresa? Venha conferir!

Logo Google Analytics 4
Fonte: Google Imagens

O que é o Google Analytics 4? 

O Google Analytics 4 é a nova atualização da ferramenta de análise de internet que, desde de 2019, vem resolvendo várias reclamações e problemas de funcionalidade de versões anteriores. Exemplo disso são os cookies, que são alvo de críticas há anos, uma vez que obtém informações de público e invadindo suas privacidades. 

A mudança está sendo interpretada como um divisor de águas, dado que o GA4 foi desenvolvido em sintonia com as leis internacionais recentemente aprovadas sobre privacidade de dados, como o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados, aplicável a todos os indivíduos na União Europeia, e a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais aplicável ao território brasileiro, ambos de 2018. Ademais, o Google vem realizando mudanças na sua plataforma após ser penalizado na Europa em 2019 por violar o regulamento aplicável na União Europeia supracitado.

Imagem representativa de privacidade de dados
Fonte: Varonis.com

Além de conciliar com as mudanças legais ocorrendo através do mundo, a nova atualização também irá centralizar seu foco na experiência do consumidor. Isso se dá porque a versão que será desativada – Universal Analytics, foi criada para ser, sobretudo, no modelo web desktop. Ou seja, para sites que são visitados por computadores e notebooks. E a Google Analytics 4 irá operar em todas as plataformas, usando de modelos que são baseados na experiência do usuário e respeitando a privacidade dos mesmos ao não depender exclusivamente de cookies.

O que vai mudar com Google Analytics 4?

Como já citado anteriormente, uma das principais mudanças que essa nova ferramenta traz é a privacidade do usuário, que passa a ter seus dados coletados de maneira diferente. 

Segundo Russell Ketchum, diretor de produtos do Analytics, quando questionado sobre o GA4, diz: “Ele ajuda as empresas a atender às necessidades em evolução e às expectativas dos usuários, com controles mais abrangentes e granulares para coleta e uso de dados. É importante ressaltar que o Google Analytics 4 também não armazenará mais endereços IP”

Quais são as maiores diferenças no Google Analytics 4? Confira!

De maneira geral, entre as diferenças que mais se destacam na nova ferramenta, a facilidade com que esta capta e analisa dados se destaca. O GA4 se apoia ainda mais na uma inteligência artificial para entregar de forma mais desenvolvida uma análise sobre a jornada dos usuários através de diferentes plataformas e dispositivos. E além disso, se baseia, principalmente, em usuários e eventos, ao invés de somente em sessões.

Ademais, algumas características também merecem destaque para a compreensão de como a nova ferramenta irá funcionar:

1) Métricas de engajamento

O Google Analytics 4 consegue rastrear automaticamente diversas ações. Algumas delas são: as visualizações de vídeos de links incorporados ao seu site, rolagem de tela, e outras interações como se algum usuário clicou em links externos e internos.

Com essas informações, a inteligência artificial do GA4 irá criar previsões e disponibilizar de forma simplificada para o profissional de marketing. Possibilitando entender sua retenção, segmentação e em quais conteúdos recebem mais retorno e engajamento. 

2) Interação com o Google Ads

Logo da Google Ads
Fonte: Google Images

Com os insights gerados sobre quem é seu público, o que eles gostam de consumir e como estão respondendo ao seu conteúdo, é possível, criar segmentações mais específicas e eficazes no Google Ads. Isso torna seu investimento mais forte e mais inteligente. 

3)Integração de ferramentas

Além disso, outra novidade apresentada pelo GA4, é que os dados coletados tanto na web quanto nos aplicativos sejam integrados. Com os dados de acesso de seu site, já é possível receber informações essenciais sobre como o usuário interage com a marca durante a jornada de compra. Porém, quando estes dados são combinados com as informações coletadas em outras ferramentas da empresa, como em um aplicativo, se tem uma visão mais ampliada e profunda sobre o comportamento dos usuários. 

4)Maior foco no usuário

Como já explicado anteriormente no artigo, uma das principais diferenças do Google Analytics 4 é a sua centralização na experiência do usuário. Serão apresentadas diferentes formas de analisar e apresentar dados, buscando entender , principalmente, o caminho no qual o usuário percorre até efetuar a compra e não os dispositivos e canais que utilizam. 

Quer saber mais sobre como essas estratégias podem fazer parte do seu negócio? Entre em contato conosco! Somos a ESPM Jr., a mais conceituada empresa júnior de marketing do Rio de Janeiro. Estamos prontos para te ajudar a alavancar o seu negócio!