Skip links

Marketing sensorial: O que é e como usar para vender mais

Após a pandemia, os hábitos de consumo mudaram. Observa-se uma tendência importante no comportamento do consumidor, que após dois anos convivendo com restrições devido ao isolamento social, começa a sair de casa. Segundo pesquisa conduzida pela Mastercard, 68% dos brasileiros preferem experiências a bens materiais. Nesse sentido, o marketing sensorial se torna essencial para promover tais momentos e fidelizar clientes. Mas afinal, o que é marketing sensorial?

marketing sensorial
Fonte: Empreendedores de Jaleco

O Marketing Sensorial é um braço do Marketing de Experiência. Tal ramificação consiste em entregar ao cliente uma experiência agradável e positiva ligada ao seu negócio utilizando um ou mais dos 5 sentidos: visão, audição, olfato, paladar e tato.

Como aplicar o Marketing Sensorial em cada sentido

Visão

Esse é o sentido predominante nos seres humanos, então deve levar uma atenção especial! Sua loja precisa ter uma identidade visual bem definida, as cores devem ter significado, baseado na psicologia das cores e na mensagem que sua marca quer passar.  Quanto ao ponto de venda, é preciso que seja atrativo e forneça algum diferencial. Uma ótima dica é deixar sua loja instagramável!

Olfato

O olfato é um dos sentidos mais importantes para o marketing sensorial porque é frequentemente associado à memória afetiva e as lembranças. Quem nunca sentiu um odor e lembrou de um bom momento? Pense em uma essência que faça sentido com o seu negócio e garanta que ela esteja presente em todos os locais possíveis: loja física, embalagens… Isso fará com que o cliente associe aquele cheiro ao seu negócio! 

marketing sensorial
Melissa: a marca é um grande case de sucesso de marketing sensorial pelo olfato, vendendo atualmente até fragrâncias para corpo e para casa com o odor das lojas
Fonte: Garage Sales Melissa

Paladar

Esse é um dos mais complicados de associar às marcas. Se sua marca é do setor alimentício, se torna mais fácil: amostras grátis ou provas, por exemplo, podem fazer parte da experiência da loja. Se sua marca for de outro setor, busque um sabor que faça sentido com a imagem que você quer passar: é doce? é salgado? Como a personalidade de sua marca pode ser transmitida em um gosto? Todas essas questões são importantes para um marketing sensorial efetivo.

Tato

Quando pensamos em tato a palavra chave é: confortável. Seu ponto de venda deve fornecer uma experiência confortável ao consumidor. Garanta que há lugares para se sentar, onde ele possa desfrutar de texturas agradáveis. Para segmentos específicos, como da moda,  por exemplo, a textura das roupas também cria uma experiência para seu cliente, então esteja atento aos detalhes! 

Audição

A audição é, junto com o olfato, importante por estar ligada às memórias afetivas das pessoas. Na sua loja, uma boa dica é criar playlists pensadas associando a personalidade da sua marca com os gostos do seu público alvo! Entenda quais são as músicas ou sons que fazem sentido e crie um ambiente agradável a todos. Se você não tem lojas físicas, pode montar playlists e disponibilizá-las online para seus clientes!

O foco do marketing sensorial é na experiência! E é através da experiência que o seu negócio conseguirá fidelizar clientes e se posicionar de forma positiva na cabeça deles! Lembre sempre: Uma boa experiência equivale a um consumidor satisfeito, e um consumidor satisfeito equivale a um aumento de vendas!


Sua empresa já trabalha com o marketing sensorial? Ainda tem dúvidas da melhor forma de aplicar a estratégia no seu negócio? Não tem problema! É só entrar em contato conosco! Somos a mais conceituada empresa júnior com foco em marketing do Rio de Janeiro e desejamos, juntos, alavancar seu negócio. Vamos?